quarta-feira, 6 de julho de 2011

Racionalismo

Doutrina que afirma que tudo que existe tem uma causa inteligível, mesmo que não possa ser demonstrada de fato, como a origem do Universo. Privilegia a razão em detrimento da experiência do mundo sensível como via de acesso ao conhecimento.
 O racionalismo é baseado nos princípios da busca da certeza e da demonstração, sustentados por um conhecimento a priori, ou seja, conhecimentos que não vêm da experiência e são elaborados somente pela razão.
Uma ideologia difere do mundo concreto não naquilo que afirma, senão no que cala  não nega, apenas escamoteia a existência conflitos na sociedade. Um ‘apelo à razão’ é um convite a esquecer a existência de conflitos sociais.
Na sociedade brasileira o super privilégio  da elite e o constante entravamento do desenvolvimento  entra em contradição flagrante com a  idéia do interesse coletivo e o racionalismo perde sua base material, originando também o caráter incongruente da ideologia da elite. Nessas condições se gesta um derivado curioso do interesse coletivo, a saber, o consenso. Sendo fraca a figura do interesse coletivo, esse fica substituído por seu suposto resultado: o consenso –a saber, entre os membros da elite ou entre seus representantes no âmbito político. O enfraquecimento da base do racionalismo se reflete também no planejamento e na ação do Estado, que adquire um caráter errático e não-explícito.    ( Bárbara Oliveira)

O racionalismo cartesiano

René Descartes é considerado o pai da filosofia moderna, suas obras expressam preocupações com o problema do conhecimento. Começa dividindo tudo, das afirmações do senso comum, dos argumentos, da autoridade, do testemunho dos sentidos, das informações da consciencia, das verdade deduzidas pelo raciocínio, da realidade do mundo exterior e da realidade do seu próprio corpo, ele dizia que estava cheio de Deus que iria estudar o homem no centro do universo, utilizando a razão para o conhecimento verdadeiro. O conhecimento verdadeiro axioma é uma verdade que não muda, uma verdade universal, cria uma teoria para que todos duvidem de tudo e mostra a comprovação isso ocorre através da hipotese do sonho. " Por vezes sei que estou, a gente acha que está vivendo um sonho de verdade, então toda vez que eu sonho nunca sei, se eu nunca sei posso estar sonhando agora, se estou sonhando agora tudo que eu fiz pode ser um sonho,tudo falso tudo que acredito ser verdade por ser criação do meu sonho.Mas uma coisa é certa se tudo isso foi um sonho, mas uma certeza eu tenho, se eu sonho eu penso e se penso existo, penso logo existo. Mas como meu pensamento pode ser produzido? Eu produzo meu pensamento, eu sou uma união entre pensamento e corpo.Toda certeza que eu tenho vem do meu pensamento logo eu posso confiar no meu pensamento, então esse pensamento é verdadeiro. ( Larissa Vieira)

Sócrates

Sua motivação foi explicar a origem e a verdade das coisas através de objetos e realidades materiais torna-se absurdo. Só no interior do homem se pode encontrar a verdade e Sócrates passa a vida inteira a ridicularizar aqueles que não pensam de maneira espiritual. A ciência do ser,entra numa fase completamente nova.

"O que deve caracterizar a juventude é a modéstia, o pudor, o amor, a moderação, a dedicação, a diligência, a justiça, a educação. São estas as virtudes que devem formar o seu carácter."  Sócrates

(Larissa Vieira)

quinta-feira, 23 de junho de 2011

"Sonhe com o que você quiser. Vá para onde você queira ir.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades
para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E
esperança suficiente para fazê-la feliz" . Clarice Lispector


(Larissa Vieira)

Karl Marx

Talvez seja o mais conhecido cientista social e também o menos conhecido, irei explicar é difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido falar de Marx, mas também é difícil encontrar pessoas que conheçam bem as idéias desse autor, ele elaborou vários conceitos e dizia-se “pai dos operários”. Mas já houve algumas controvérsias, todos diziam que ele odiava pobre e na única tentativa de revolução socialista com Marx vivo não apareceu. E sempre dizendo que a revolução socialista seria através da violência que não existia qualquer outra forma de implantar o marxismo por meio da educação ou outro meio menos violento, e dizia que “para implantar o socialismo no mundo nos temos que destruir no caminho uns quantos povos inferiores”. Povos inferiores? Quem são esses? Seu principal objetivo era pregar o socialismo, o principal é não ter povos superiores e muito menos inferiores, tudo não passa de propaganda para um mundo melhor, e esse mundo melhor custou mais de 100 milhões de mortos. Isso paga? A cada vida morta, esse pretexto de mundo melhor?
A eficiência de um melhor se dá através de teses bem estruturadas, honestidade e por fim a competência administrativa. ( Larissa Vieira )

sexta-feira, 20 de maio de 2011


Ideologia - Cazuza

Meu partido
É um coração partido
E as ilusões estão todas perdidas
Os meus sonhos foram todos vendidos
Tão barato que eu nem acredito
Eu nem acredito
Que aquele garoto que ia mudar o mundo
(Mudar o mundo)
Frequenta agora as festas do "Grand Monde"

Meus heróis morreram de overdose
Meus inimigos estão no poder
Ideologia
Eu quero uma pra viver
Ideologia
Eu quero uma pra viver

O meu prazer
Agora é risco de vida
Meu sex and drugs não tem nenhum rock 'n' roll
Eu vou pagar a conta do analista
Pra nunca mais ter que saber quem eu sou
Pois aquele garoto que ia mudar o mundo
(Mudar o mundo)
Agora assiste a tudo em cima do muro

Meus heróis morreram de overdose
Meus inimigos estão no poder
Ideologia
Eu quero uma pra viver
Ideologia
Eu quero uma pra viver

                                                                                          Jullia Bastos

 

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Os virgens

Virgindade é um conceito um tanto mais elástico. Somos virgens antes de voltar sozinhos do colégio pela primeira vez. Somos virgens antes do primeiro gole de vinho. Somos virgens antes de ver Paris, Somos virgens antes do primeiro salário. E podemos já estar tendo relações sexuais há anos e permanecermos virgens diante de um novo amor.
Por mais que já tenhamos amado e odiado, por mais que tenhamos sido rejeitados, descartados, seduzidos, conquistados, não há experiência amorosa que se repita, pois são variadas as nossas paixões e diferentes as nossas etapas, e tudo isso nos torna novatos.
As dores, também elas, nos pegam despreparados.A dor de perder um amigo não é a mesma de perder um carro num assalto, que por sua vez não é a mesma de perder a oportunidade de se declarar para alguém, que por outro lado difere da dor de perder o emprego. Somos sempre surpreendido pelo que ainda não foi vivido.
Mesmo no sexo, somos virgens diante de um novo cheiro, de um novo beijo, de um fetiche ainda não realizado. Se ainda não usamos uma lingerie vermelha, se ainda não fizemos amor dentro do mar, se ainda cultivamos alguns tabus, que espécie de sabe-tudo somos nós?
A virgindade existencial nos acompanha até o fim dos nossos dias, especialmente no último, pois somos todos puros frente à morte, nossa última experiência inédita. Enquanto ela não chega, é bom aproveitar cada minuto dessa nossa inocência frente ao desconhecido, pois é uma aventura tão excitante e não tem idade para acontecer.    (Bárbara Oliveira)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Luta de Classes - Cidade Negra

Tudo que eu posso ver
Essa neblina
Cobrindo o entardecer
Em cada esquina
Tudo que eu posso ver
Essa fumaça
Cobrindo o entardecer
Em cada vidraça
Mas eu quero te contar os fatos
Eu posso mostrar fatos pra você
É só ter um pouco mais de tato
Que fica claro pra você
Desde a antiguidade
As coisas estão assim, assim.
Os homens não são iguais, não são.
Não são iguais, enfim
Daí toda essa história
Daí a história surgiu
Escravos na Babilônia,
Trabalhador no Brasil.
Tudo que eu posso ver
Essa neblina
Cobrindo o entardecer
Em cada esquina
Tudo que eu posso ver
Essa fumaça
Cobrindo o entardecer
Em cada vidraça
Mas veio o ideário
Da tal revolução burguesa
Veio o ideário, veio o sonho socialista
Veio a promessa de igualdade e liberdade
Cometas cintilantes que se foram pela noite
Existirão enquanto houver um maior
Daí é que veio a história
Daí a história surgiu
Escravos na Babilônia,
Trabalhador no Brasil.
Do antigo Egito à Grécia e Roma
Da Europa feudal
Do mundo colonial
Do mundo industrial
Na Rússia stanilista e allstrips
Em Cuba comunista
E no Brasil?
E no Brasil, hein?Baixada!!
Essa neblina
Chega junto, baixada!!
Essa esquina
Cobrindo o entardecer
Em cada esquina
Tudo o que eu posso ver
Essa fumaça
Cobrindo o entardecer
Em cada vidraça  ( Larissa Vieira )

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Carta de um bebê!

Oi mamãe, tudo bom?

Eu estou bem, graças a Deus faz apenas alguns dias que você me concebeu em sua barriguinha.
Na verdade, não posso explicar como estou feliz em saber que você será minha mamãe, outra coisa que me enche de orgulho é ver o amor com que fui concebido.

Tudo parece indicar que eu serei a criança mais feliz do mundo !!!!!!
Mamãe, já passou um mês desde que fui concebido,
e já começo a ver como o meu corpinho começa a se formar, quer dizer,
não estou tão lindo como você, mas me dê uma oportunidade !!!!!!
Estou muito feliz!!!!!!

Mas tem algo que me deixa preocupado...
Ultimamente me dei conta de que há algo na sua cabeça que não me deixa dormir, mas tudo bem, isso vai passar, não se desespere.
Mamãe, já passaram dois meses e meio, estou muito feliz com
minhas novas mãos e tenho vontade de usá-las para brincar...

Mamãezinha me diga o que foi?
Por que você chora tanto todas as noites??
Porque quando você e o papai se encontram, gritam tanto um com o outro?
Vocês não me querem mais ou o que?
Vou fazer o possível para que me queiram...

Já passaram 3 meses, mamãe,
te noto muito deprimida, não entendo o que está acontecendo, estou muito confuso.
Hoje de manhã fomos ao médico e ele marcou uma visita amanhã.

Não entendo, eu me sinto muito bem....
por acaso você se sente mal mamãe?

Mamãe, já é dia, onde vamos?
O que está acontecendo mamãe??
Porque choras??
Não chore, não vai acontecer nada...
Mamãe, não se deite, ainda são 2 horas da tarde, não tenho sono, quero continuar brincando com minhas mãozinhas.

Ei !!!!!! O que esse tubinho está fazendo na minha casinha??
É um brinquedo novo??
Olha !!!!!! Ei, porque estão sugando minha casa??
Mamãe !!!!

Espere, essa é a minha mãozinha!!!!
Moço, porque a arrancou??
Não vê que me machuca??
Mamãe, me defenda !!!!!!
Mamãe, me ajude !!!!!!!!
Não vê que ainda sou muito pequeno para me defender sozinho??

Mãe, a minha perninha, estão arrancando.
Diga para eles pararem,juro a você que vou me comportar bem e que não vou mais te chutar.

Como é possível que um ser humano possa fazer isso comigo? Ele vai ver só quando eu for grande e forte.....
ai.....
mamãe, já não consigo mais...
ai...
mamãe, mamãe, me ajude...

Mamãe, já se passaram 17 anos desde aquele dia, e eu daqui de cima observo como ainda te machuca ter tomado aquela decisão.

Por favor, não chore,lembre-se que te amo muito e que estarei aqui te esperando
com muitos abraços e beijos.
Te amo muito

Seu bebê.
-//-


Reflita! Você gostaria que fosse com você?

                                                                                                      Jullia Bastos

quarta-feira, 11 de maio de 2011

ERRADOS SOMOS NÓS!

Quando a ultima arvore tiver caído,
quando o último rio tiver secado,
quando o último peixe for pescado,
vocês vão entender que dinheiro não se come. ( Larissa Vieira )

terça-feira, 10 de maio de 2011

Solidariedade

As atividades solidárias fazem parte da cultura brasileira, fato este que vem amenizando algumas carências da parcela de menor - ou nenhum - poder aquisitivo da população, porém que reflete, também, uma característica notável no povo brasileiro: a solidariedade – capacidade de compartilhar dos sofrimentos de outras pessoas e, literalmente, colocar a mão no bolso para ajuda-las. Comprovando a solidariedade de nosso povo, instituições criadas exclusivamente para esse fim existem em grande número, em praticamente todas as cidades brasileiras. Além de arrecadar e distribuir, entre os carentes, alimentos, agasalhos, etc., essas instituições normalmente concentram seus trabalhos com crianças, promovendo sua educação, e com idosos, amparando-os e promovendo sua socialização. Observa-se, então, que a solidariedade ultrapassa o âmbito da ajuda financeira, realizada através da doação de alimentos, roupas, remédios, e chega no âmbito da educação. Seja essa educação formal ou não formal, o objetivo é sempre educar as crianças e adolescentes para a vida, de modo que elas se tornem cada vez mais independentes e possam, em um curto espaço de tempo, ajudar ao invés de serem ajudadas. E nessa tarefa as instituições de solidariedade/caridade têm sido exemplares, contribuindo, juntamente com as igrejas e outras organizações sociais, na obrigação do Estado de regular a sociedade.
É bem sabido que essas atividades não resolvem definitivamente os problemas sociais, que, em última análise, têm sua origem na distribuição da renda no país. Porém, servem para amenizar a situação de calamidade de muitas famílias, dando comida a quem não a tem, e principalmente oferecendo esperanças e perspectivas de uma vida melhor para muitas pessoas.
 (Bárbara Oliveira)

Obama X Osama

Nesta semana, correu a notícia nos jornais do mundo todo de que Bin Laden estaria morto. Os Estados Unidos em seu plane infalível, teria entrado na casa de Bin Laden, e atirado contra ele, até que morresse.
Após esse acontecimento, muitas pessoas, principalmente americanas, comemoravam sua morte, fizeram realmente uma festa, por alívio de saber que o terrorista que mais amedrontava os EUA partiu dessa para uma melhor, ou talvez pior.
Mas eu tenho minhas duvidas. Se fosse americana, não estaria aliviada e sim muito mais apreensiva. Quem nos garante que não há outro ''subchefe'' da Al Qaeda, que a partir de agora com essa fúria da morte de seu comandante, venha a aterrorizar meu país... Talvez agora, aconteça atentados bem piores do que o de 11 se setembro, matando centenas de pessoas. Acho que os estados unidos principalmente a partir de agora, deve aumentar suas defesas e estar preparado para o que der e vier.
Passa por minha cabeça também, como deve passar em muitas outras pessoas, outra coisa: Será que toda essa divulgação, que conseguiram matar Bin Laden, não seria apenas uma jogada política? Sim! uma jogada política apenas para que Obama ganhasse pontos para sua população e todo o resto do mundo. Afinal, por que não se pode mostrar as imagens de Osama morto? Onde está o DNA feito em poucas horas pela organização estadunidense? Isso me confunde um pouco. Acho que um presidente que mata um terrorista destes, ia querer comprovar ao máximo seu poderio.
É, vamos torcer para que realmente esse problema tenha sido solucionado e para que, acima de tudo, ocorra o fim dos ataques terroristas da Al Qaeda.                         (Mariana Castro)

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Padrões da sociedade

Se for baixinha, ela não te alcança. Se for alta, fica feio. Se for gostosa, é fútil. Se não tem peito e bunda, é reta. Se for inteligente, é chata. Se não é estudiosa, é burra. Se tiver ídolos, é infantil. Se não tem, nunca vai ser nada, porque não tem em quem se espelhar. Se falar “eu te amo” toda hora, é falsa. Se não falar “eu te amo”, é fria. Se for fechada, é sem papo. Se aproximar, fala demais. Sorri-se demais, é mentira. Se chorar demais, é exagero. Se for rico, é metido. Se for pobre, é coitado. Se for engraçado, quer se mostrar. Se for quieto, é sem graça. Se beijar demais, não sabe se respeitar. Se não beija todo mundo, é idiota. Se tiver tatuagens/piercings, é revoltado. Se não tem, é sem personalidade. Se ultrapassar as regras, não tem postura. Se não ultrapassa, é certinho. Se não fala, é antipático. Se falar, está afim. Então, seja o que você quiser. Nada vai estar bom para a sociedade mesmo. ( Larissa Vieira )

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Em busca da "perfeição"... Sera mesmo?



Ate que ponto alguém chega para alcança a famosa "perfeição", definida por nós mesmos... olhe oque causamos! Isto é uma das várias consequencias de quem se deixar levar pelo padrão social!

   Diga não a anorexia! Diga não aos costumes "anormais" da sociedade!

                                                                                  Jullia Bastos

domingo, 1 de maio de 2011

Estudar não é o fim do mundo

           A maioria dos alunos reclama da semana de prova, a qual é cansativa e parece passar bem devagar. Exige esforço, cansaço e concentração mental além de muito estudo.
          Será que todos os alunos estudaram o bastante? Eu particularmente, digo que ainda tinha duvidas na semana de prova, em muitas matérias, e isso não é certo. Acredito que muitos alunos estavam na mesma situação que eu. Hoje em dia, a escola não é a coisa mais importante na vida de um estudante, o qual se preocupa muito mais com coisas banais e esquecem, ou deixam de lado os estudos.
          Por isso no final do ano, tem tanta gente na recuperação implorando por pontos extras. Mas o aluno não pensa que ele não precisa passar por isso. Se prestarmos atenção na aula, já estamos estudando 50% do necessário... Fazendo todos os deveres, acredito que passamos pra 65%. E os outros 35% , podemos usar de várias maneiras que não torne o estudo algo chato e cansativo. Já pensaram em pesquisar a matéria na internet? 
Existem sites interativos, e muito bons para explicar melhor a matéria. Alguns disponibilizam até jogos relacionados a ela.
http://www.soportugues.com.br/ aí está uma boa dica para português! Vamos começar a achar o que é chato um pouco mais agradável. Com um pouco de paciência e vontade, podemos tornar a escola uma coisa simples e boa, só depende de cada um de nós. 
          Então, vamos prestar atenção na aula e fazer os deveres.Acredite! Isso já é um grande passo para não reprovar.                                      (Mariana Castro)
                                       

sábado, 30 de abril de 2011

O mal e o bem: Política e religião

“O desejo de saber o porquê e o como se chama curiosidade, não existe em qualquer criatura viva a não ser no homem. Assim, não é só por sua razão que o homem se distingue dos outros animais, mas também por esta singular paixão”, afirma Hobbes.  A curiosidade humana pressupõe uma atitude crítica diante dos fatos, dos discursos e das ideologias que os interpretam. Trata-se uma postura de ruptura com o maniqueísmo, o sectarismo e o dogmatismo que tomam a sua verdade como a verdade absoluta.
O olhar curioso não se contenta com a divisão do mundo em polaridades absolutas, entre o mal e o bem; é um olhar que coloca em suspenso as nossas certezas, os nossos preconceitos e os princípios que geralmente aceitamos como dados para a análise da realidade. Esta é muito mais complexa do que os fáceis raciocínios esquemáticos e próprios dos que se vêem como profetas e guardiões do bem, da palavra e do livro sagrados, contra o outro, o qual representaria o mal.
Embora sejam esferas autônomas da ação humana, política e religião se igualam tanto no que diz respeito ao quanto aos recursos práticos. Na verdade, a política não pode prescindir plenamente da religião e, em certas circunstâncias, o discurso religioso cumpre uma função claramente política. Dessa forma, o dissidente político passa a ser tratado como o herege, merecedor de todas as punições; os que não aceitam o poder político imperial e hegemônico passam a ser classificados como representantes das forças do mal. A linguagem maniqueísta transforma o bem em mal e vice-versa. Pois o que representa o paraíso para uns, pode ser o inferno para outros. Nesta senda, a política é pensada como a luta entre o bem e mal.
A modernidade pretendeu romper as amarras da superstição e da ignorância e instituir a razão. Maquiavel advogou que a ação política tem um status próprio e diferente da moral religiosa. A ação política busca resultados; o estadista, ao contrário do profeta, é julgado por sua eficácia. O florentino observa que, do ponto de vista da política, o mal e o bem não são absolutos; o mal pode se transmutar em bem, e vice-versa. Cabe ao estadista ter a sabedoria para usar o mal e o bem conforme a necessidade. Como afirma Maquiavel, “o tempo arrasta consigo todas as coisas e pode transmudar o bem em mal e o mal em bem”.
(Bárbara Oliveira)

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Diga NÃO ao preconceito!

    Este assunto é muito discutido atualmente, e espalhados pelos comunicadores de massa (internet, tv,etc), mas ainda assim não está acabado!

   Além de ser uma atitude muito ruim, ele causa muitos relfexos , como por exemplo o bulling é um consequencia do preconceito! Quando se fala em preconceito, logo se pensa no desrespeito racial, mas o preconceito não se limita a raças, o preconceito se estende por entre os gostos musicais, quem se destaca mais nas coisas, quem opta por outro visual que foge do convencional, orientação sexual, entre vários outros tipos. Os acontecimentos que mais vemos sobre preconceito envolve principalmente os fatores da raça, orientação sexual e estilo, hoje em dia as pessoas têm que perceber que estamos num mundo onde há liberdade de expressão, e que atualmente já estamos num meio que abrange mais nossa mente e nossa visão do mundo, o que nos possibilita ter conhecimento de que é muita infantilidade julgar as pessoas pelo o que elas querem fazer da vida delas.


   O que devemos entender, é que se eu desrespeito alguém por qualquer que seja o motivo, será um preconceito, e você terá que pensar se você gostaria que fizessem o mesmo com você! Neste caso você se encontra afirmando "Ora, mas isso não acontecerá comigo!" e então você só ira perceber o que fez quando chegar a sua vez. O preconceito faz mal tanto para o ofensor quanto para o ofendido.
  
   Ajude a combater o preconceito! Se presenciar algum tipo demonstração de preconceito interfira e diga: você tem vida? então cuide da sua!


        DIGA NÃO AO PRECONCEITO!

                                                                                       Jullia Bastos

sexta-feira, 22 de abril de 2011

É tempo de refletir

       PÁSCOA, tempo de relfetir sobre nossos atos, pensamentos, sentimentos... A páscoa não é só a época de ganhar ovos de chocolate, o ovos de páscoa veio depois, com a influência do comércio, tais ovo que tiraram o verdadeiro sentido da páscoa da cabeças de nossas crianças, a páscoa é o período para pensarmos, em tudo que fizemos e no pensamos fazer é hora de nos perguntarmos:

     Será que estou agindo certo?
     Será que não estou prejudicando ninguém com meus atos?
     Será que eu não posso melhorar?

 E reflita, a páscoa é o tempo do perdão é o tempo de perdoar e ser perdoado... é tempo de amar, sem necessáriamente ser amado de volta, mas amar, o mundo está precisando do calor humano que nós temos a oferecer... a pácoa é uma ajuda a darmos mais um passo a felicidade!

    Acredite que pode mudar, acredite que pode perdoar, acredite que você pode transformar sua páscoa numa melhora em sua vida e como reflexo melhorar as dos que estão ao seu redor. Deixe que o verdadeiro espírito da páscoa leve você para um lugar de pensamentos melhores, ideais mais claros, caminhos mais certos, sentimentos mais verdadeiros!

      PENSE NISSO!

                                                                          FELIZ PÁSCOA!

                                                                                           Jullia Bastos

Imagine - John Lennon

Imagine                                       Imagine

Imagine there's no heaven                   Imagine que não exista nenhum paraíso,
It's easy if you try                               É fácil de você tentar,
No hell below us                                Nenhum inferno abaixo de nós,
Above us only sky                             Sobre nós apenas o firmamento.
Imagine all the people                        Imagine todas as pessoas
Living for today                                 Vivendo pelo hoje...

Imagine there's no countries              Imagine que não exista nenhum pais.
It isn't hard to do                              Não é difícil de fazer.
Nothing to kill or die for                   Nada porque matar ou porque morrer
And no religion too                          Nenhuma religião também
Imagine all the people                      Imagine todas as pessoas
Living life in peace                           Vivendo a vida em paz..

You may say                          Você pode dizer
I'm a dreamer                         Que eu sou um sonhador                      
But I'm not the only one           Mas eu não sou o único
I hope some day                     Eu tenho esperança que eu um dia
You'll join us                           Você se juntará a nós
And the world will be as one    E o mundo será como um só

Imagine no possessions          Imagine não existir posses
I wonder if you can                Me pergunto se você consegue
No need for greed or hunger  Sem necessidade de ganância ou fome
A brotherhood of man           Uma irmandade de humana
Imagine all the people            Imagine todas as pessoas
Sharing all the world              Compartilhando todo o mundo

You may say,                        Você pode dizer
I'm a dreamer                        Que eu sou um sonhador
But I'm not the only one         Mas eu não sou o único
I hope some day                    Eu tenho a esperança de que um dia
You'll join us                          Você se juntará a nós
And the world will live as one  E o mundo será como um só
 
                                                       ( Larissa Vieira )
 

domingo, 17 de abril de 2011

O BERÇO DA FILOSOFIA

Alguns historiadores da Filosofia consideraram que há reflexão sistematizada, inclusive com indícios do que hoje chamamos ciência, em civilizações que não sofreram a influência da cultura helênica, tais com: maias, egípcios e chineses. Porém esse pensamento sistematizado não leva o nome de Filosofia. Sendo assim, a origem oficialmente aceita da Filosofia é o pensamento grego, desenvolvido a partir do século VI a.C.
De modo geral, afirma-se que a Filosofia surgiu com a busca de explicações racionais para a realidade que cercava o homem grego. Essas explicações deveriam considerar a complexidade das relações sociais e a necessidade de estabelecer formas de organização benéficas ao homem, sem recorrer tanto á interferência de deuses, tradições e revelações míticas no seu destino.
Mudanças socioculturais tornavam a sociedade grega cada vez mais complexa, ampliando o número de especializações profissionais, modificando as relações e a mentalidade das pessoas. Vários fatores contribuíram para isso, como, por exemplo: vida urbana, escrita alfabética, relações com outras culturas, uso de moeda, desenvolvimento (comercial, econômico, financeiro e político) e expansão das técnicas de trabalho e de ensino. Juntos, eles facilitavam o cotidiano das pessoas e, consequentemente, o desenvolvimento do raciocínio.
Mudanças no tratamento dado á técnica interferem na organização  social dos gregos na antiguidade, o que modifica também as formas de se exagerar diante do mundo, privilegiando atitudes, como perguntar, criticar, questionar a razão humana e construir o raciocínio filosófico.
 Será que esse tipo de intervenção altera nossa maneira de entender o mundo?
                                                                                                                         ( Bárbara Oliveira)

Onde há amor, há vida..

Tome como exemplo, pois Bianca que estudava quando um atirador chegou na sua escola ao ver que o atirador iria atirar em sua amiga, entrou em frente ao tiro para salva-lá. A menina Bianca morreu na hora com um tiro na cabeça. Sua amiga ficou coberta pelo sangue de Bianca se fingindo de morta e passa bem. Agora reflita: Você faria o mesmo pela sua amiga? Daria sua vida pela sua amiga? Um tiro na cabeça? É isso que o mundo precisa, o mundo precisa de amor como esse, um amor verdadeiro, uma cumplicidade sem tamanho, uma amizade a ponto de a menina morrer pela sua amiga. Será que todos fariam o mesmo? Nessas horas todos devem refletir como existem pessoas tão de verdade, que fez um ato marcante e de bondade para provar, para todos que ainda existem pessoas com o coração bom, devemos nos espelhar na Bianca, talvez assim o mundo seja um pouco melhor. Bianca, foi um exemplo de amor. O mundo definitivamente precisa desse amor. ( Larissa Vieira )

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Ilha das Flores !?


Você sabia disso? alguma vez já tinha ouvida falar sobre a ilha das flores?


    São coisas assim que todos tinham que ver para acreditar na bagunça que está o governo e pensamento deste país.


    E você deve ter se sentindo meio confuso no inicio do video, pois são muitas informações de uma vez só, mas que com o decorrer do video você vai decifrando as informações!!!

     Pense um pouco sobre estas pessoas!


                                                                               Jullia Bastos

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Quem é o culpado?

Um dos assuntos que a televisão mais anda abordando é a violência numa escola do rio de janeiro, um ex estudante entrou e matou 12 crianças, 10 meninas e 2 meninos. Dizem que o motivo de todo esse ocorrido foi o bullying que esse rapaz sofreu na infância, por não ser o “ bonito “ que a sociedade impõe como bonito e não fazer as coisas que os jovens costumavam fazer. Mas será que a culpa é mesmo dele? É certo fazer o que ele fez com as crianças que estudavam para um futuro? Fazer com que elas paguem pelo seu sofrimento ou devemos próprios nos matar para não sofrer mais? O que o rapaz sofreu foi bullying e todo seu sofrimento quis passar pras pessoas, mas será que só é culpa do rapaz? E o colégio, que presenciou tudo isso e não fez nada, e o colégio com falta de segurança para fiscalizar quem entra e quem saí, porque numa escola não pode haver a hipótese de entrar qualquer um. De quem é a culpa? Do rapaz que sofreu na infância, dos governantes que não empregam bem o dinheiro ou será das crianças? Estou fazendo esse questionamento para que possamos ter uma única resposta, o que falta é responsabilidade, no sentido de fiscalizar a entrada e saída na escola, ver como os alunos estão se relacionando, vê se existe algum tipo de rixa. Ta faltando é competência de ver que as nossas crianças estão pagando por algo que não fizeram por merecer. Vamos rever nossos conceitos, a forma com que a sociedade age com seus próprios, só trás conseqüências pra ela mesma. ( Larissa Vieira )

sábado, 9 de abril de 2011

O mundo de hoje não é como o de antigamente

Passamos por varias mudanças desde a descoberta de novas tecnologias e o crescimento global, as facilidades que a vida nos da. Parando para pensar em tudo o que mudou não se sabe ao certo de fato se esta melhor ou pior, por muitos motivos me fez escrever.
Ao comparar tudo o que se tinha para o que se tem. Lógico evolui, mas esquecemos do principal… Qual evolução é a que temos. Sou a favor de qual quer estudo desde que seja para o bem da humanidade mais será que o homem quando começou a evoluir pensou no mundo a sua volta.
O homem:  Antigamente, o homem. Era cavaleiro, romântico, quando se apaixonava, vivia a procura da sua amada e o casamento era para sempre.
Hoje em dia o homem. É egoísta, anti-social, pensa só em si, não se tem coração, e não ama nem a si próprio.
A mulher:  Muito antes do que imagina a mulher era passiva, obediente, não podia demonstrar seus sentimentos vivia reprimida em seu canto, mas o homem sempre vivia em função dela.
Hoje em dia a mulher é livre de qualquer preconceito, vive em sua liberdade, luta pela igualdade, sonhadora, consumista, pensa só nela e esquece do outro.
À mulher pelo que sei, nunca foi valorizada, sempre foi vista como o segundo plano de uma sociedade! Antigamente havia sim os abusos contra a mulher, mas estes eram abafados pela sociedade machista... Atualmente, a mulher já conquistou um lugar na sociedade, porém seus valores são indiscutivelmente inferiores do que o dos homens.... Que lutaram e ainda lutam por Hoje a mulher ocupa posições na sociedade, compete com o homem de igual para igual. Existem mulheres pedreiras, mecânicas, seguranças. Antigamente a mulher era Amélia, era só passar, lavar, cozinhar, ficar Hoje a mulher ocupa posições na sociedade. Antes ela era mais submissa, até devido à estrutura da sociedade. Ela conseguiu se libertar de uma série de clichês. Ela hoje está mais livre, se liberou. E quando eu falo em liberação, é liberação intelectual. Porque quando você libera o intelecto está se libertando para tudo. Antigamente ela era oprimida, sem vontade, as mulheres não podiam ser elas mesmas, tinha que ser o que faziam delas, o que projetavam para elas.         (Bárbara Oliveira)

Autor do massacre no Rio sofreu bullying, dizem ex-colegas de escola

Anos atras...

“Ele aceitava as brincadeiras vindas dos meninos, pelo menos parecia. Mas as das meninas o deixavam muito abalado”, afirma Thiago da Cruz, 23, que fez uma parte do ensino fundamental com Wellington.  “Elas, além de zoarem muito o jeito de andar dele e o modo como se vestia, ficavam fingindo ‘dar mole’ e, depois, o ridicularizavam.”

Para Thiago, há um sentimento de culpa. "Alguns ex-alunos se sentem culpados sabendo que inocentes pagaram por um ódio que ele sentia pela nossa turma."

"Em toda sala de aula, o aluno que é meio estranho acaba sendo 'zoado' pelos outros. Isso é uma coisa que sempre existiu e com o Wellington não era diferente. Alguns desconfiavam até que ele fosse gay", afirmou.


Final da historia:

Um homem invadiu na manhã de quinta-feira (7) a escola municipal Tasso da Silveira, na rua General Bernardino de Matos, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.
No total, 12 crianças morreram --dez meninas e dois meninos--, além do atirador, Wellington Menezes de Oliveira, que, segundo a PM (Polícia Militar), atirou contra a própria cabeça depois de ser baleado por um sargento.
O atirador disparou várias vezes contra os alunos em salas de aula.  Quase mil jovens estudam no local.
Segundo as últimas informações da Secretaria Estadual de Saúde, há dez vítimas internadas, das quais três em estado grave. Os feridos foram levados para seis hospitais do Rio de Janeiro.

Conclusão:

 Vale mesmo a pena continuar com essa realidade ? Na qual pessoas inocentes pagam pelo trauma causado por pessoas que não conseguem lidar com a diferença ?

                                                               (clarice silvestre)

Viva la revolución - Forfun

Tranquilão na minha
Apreciando a paisagem,
Ilusão de paz,
Que não satisfaz,
Consumismo, prepotência
Só filha da puta
Alienação
É o que vende na televisão
Enquanto os flashes miram
A coluna social
O menor no sinal
É filho de um sistema desigual
Nasce de você a revolução
Sufocada atrás da inércia
Amplifique a forma de pensar
Palmas pra você
Que ainda acredita na vitória
E os que são de paz
Não desiste dos seus ideais
Ser bem sucedido
Não é ter um Audi A3
É ter lucidez
E não se entregar a estupidez
Nasce de você a revolução
Sufocada atrás da inércia
Amplifique a forma de pensar
Nasce de você a revolução,
Sufocada atrás da inércia
Sem limites faça a expansão
E amplie a sua visão


             (clarice silvestre)

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Olha a verdade ai!

Repare nas falas do "nossos" representantes!



E ae gostou? dá pra acreditar nisto?



     Jullia Bastos



quarta-feira, 6 de abril de 2011

Gravidez na adolescência

Denomina-se gravidez na adolescência a gestação ocorrida em jovens de até 21 anos que encontram-se, portanto, em pleno desenvolvimento dessa fase da vida – a adolescência. Esse tipo de gravidez em geral não foi planejada nem desejada e acontece em meio a relacionamentos sem estabilidade. No Brasil os números são alarmantes.
Cabe destacar que a gravidez precoce não é um problema exclusivo das meninas. Não se pode esquecer que embora os rapazes não possuam as condições biológicas necessárias para engravidar, um filho não é concebido por uma única pessoa. E se é à menina, que cabe a difícil missão de carregar no ventre, o filho, durante toda a gestação, de enfrentar as dificuldades e dores do parto e de amamentar o rebento após o nascimento, o rapaz não pode se culpar totalmente de plena responsabilidade. Por isso, quando uma adolescente engravida, não é apenas a sua vida que sofre mudanças. Além das adolescentes quando tem filhos não se preocupam muito com o filho. O pai, assim como as famílias de ambos também passam pelo difícil processo de adaptação a uma situação imprevista e inesperada.
Diante disso cabe nos perguntar: por que isso acontece? O mundo moderno, sobretudo no decorrer do século vinte e início do século vinte e um vem passando por inúmeras transformações nos mais diversos campos: econômico, político, social. A desinformação e a fragilidade da educação sexual são também questões problemáticas. As escolas e os sistemas de educação estão muito mais preocupados em dar conta das matérias cobradas no vestibular, como: física, química, português, matemática, etc., do que em discutir questões de cunho social. Dessa forma, temas como sexualidade, gravidez, drogas, entre outros, ficam restritos, quase sempre, aos projetos, feiras de ciência, semanas temáticas, entre outras ações pontuais. Os governos, por sua vez, também se limitam às campanhas.
As escolas e governos deviam se preocuparem em elaborarem assuntos importantes como estes!!
(Beatriz Borges)

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Coincidência ou destino?

11 de setembro = Torres Gêmes
11 de janeiro = Terremoto no Haiti 
11 de Março = Terremoto no Japão. Estranho, não?

E agora o inquietante…..

1) As vítimas totais que faleceram nos aviões são 254: 2+5+4 = 11.

2) O dia 11 de Setembro, é o dia número 254 do ano: 2+5+4 = 11.

3) A partir do 11 de Setembro sobram 111 dias até ao fim de um ano.

4) O famoso Nostradamus (11 letras) profetiza a destruição de Nova Iorque na Centúria número 11 dos seus versos…

Mas o mais chocante de tudo é que se pensarmos nas torres gemeas, damos-nos conta que tinham a forma de um gigantesco número 11.

E como se não bastasse, o atentado de Madrid aconteceu no dia 11/03/2004, que somando dá: 1+1+3+2+4 = 11!!

E se esqueceram que o atentado de Madrid aconteceu 911 dias depois do de New York, que somando os numerais 9+1+1=11!!!!

Entao a catastrofe final não poderia ficar de fora (21/12/2012)
2+1+1+2+2+0+1+2 = 11
Coincidência ou destino? Por acaso ou premeditado? São perguntas que não querem calar e pra completar esse ano teremos 11/11/11.      ( Larissa Vieira)

O que seguir?

Como já estamos no primeiro ano do ensino médio, já está na hora de nos
direcionarmos para a profissão
que pretendemos seguir. E você? já pensou no que fazer na faculdade? Começamos nosso longo e cansativo caminho de estudos até chegar no vestibular. O ensino médio é indispensável para ele. É preciso estudar! Estudar pra valer.. Valer um bom salário e uma boa condição social.
Escolher uma profissão, engloba diversos assuntos que são primordiais, para não nos arrependermos depois.Não basta apenas gostar de cachorrinhos para ser veterinário, muito menos fazer medicina ou engenharia porque o salário é bom. Devemos nos identificar totalmente com a profissão para pensarmos em seguí-la. Para isso, hoje em dia existem diversos testes vocacionais que podem ser feitos rapidamente pela internet. Estes testes ajudam a clarear nossa mente e com o resultado, pensar em profissões que se encaixam melhor com seu perfil. Você, que é aluno do ensino médio, já sabe o que fazer? essa escolha é realmente sua ou é da sua família?
Pense bem no que é melhor pro seu futuro! Essa escolha é sua.       ( Mariana Castro)

sexta-feira, 1 de abril de 2011

BASTA!

Você ainda é dos que acreditam no que candidatos políticos falam?
Se sim... desculpe... mas como você consegue continuar acreditando?


Em cada eleição começa tudo que acontece nas antecedentes, começam as bajulações dos candidatos com os eleitores, depois aparece folhetos por todos os cantos, cartazes, anúncios nos rádios, jornais e as "adoradas" Propagandas Eleitorais! Estas propagandas teriam como objetivo, ceder um determinado tempo a cada candidato para ele mostrar as suas opiniões. Mas, a propaganda eleitoral tornou-se um tempo para os candidatos falarem a mesma coisa: que irão aumentar salários, acabar com a corrupção, investir nas escolas, hospitais, e ae? Isso acontece? NÃO!

      Isto já está parecendo um ciclo normal da sociedade, acreditar nas propagandas, que não tem diferença alguma de um candidato ao outro, e votam no que mais convenceu, e voltamos ao estado de antes, a mesma coisa, as vezes até piora. Pois o eleitor não deveria votar no que mais lhe convenceu e sim, no que tivesse as opiniões parecidas e que realmente não ficasse te bajulando... um candidato não precisa te bajular, nem você precisa bajular o candidato, como na maioria das eleições vemos os candidatos passeando pelas ruas dando abraços, sorrisos, e as ridículas pomessas! E o que você faz? Você vota nele, porque ele pegou sua mão, o que isto tem com a política, você tem é que escolher alguem que te represente no governo, não alguém que lhe dá algo em troca de seu voto... o que isto? Novo meio de comércio? Só se for.

      Eu prefiro que os candidatos digam isto nas propagandas "eu irei roubar, negar que roubei, prometer que irei te ajudar e não ajudarei e ainda por cima, tirarei seu dinheiro! É isto, votem em mim!", seria ótimo se isso acontece, seria muito mais fácil de escolher... mas na verdade é isto que os candidatos pensam... mas eles tem a coragem de aparecer na propaganda eleitoral, falando o que está escrito em um discurso que não foi feito por ele.


   Desviando um pouco o foco...

  Você com certeza um dia, reclamou do governo, neste dia você se lembrou que foi você que ajudou na formação daquele governo? Na maioria das vezes você não pensa assim. Você fica com raiva te terem colocado ele naquele cargo, e você não vê que a culpa é sua!
  Depois você continua reclamando dos candidatos e das eleições... mas mesmo assim você volta a acreditar no que eles dizem... e caímos na mesma armadilha novamente!

      BASTA! CHEGA DESTA BRINCADEIRA COM O GOVERNO E COM A POPULAÇÃO!

       Nas próximas eleições... por favor, PENSE antes de votar... se quiser nem vote... por que se for pra estragar mais o governo... melhor nem votar!

   Lembre-se que eles iram representar você!

                                                                              Jullia Bastos

quinta-feira, 31 de março de 2011

O QUE DEVO FAZER?

Todos os dias a mídia apresenta casos de decisão entre o certo e o errado; de honestidade, solidariedade, cidadania ou vandalismo, racismo, corrupção; de pessoas que agem pelo bem comum, ou que prejudicam os outros em nome de interesses pessoais.
Somos constantemente desafiados a avaliar e escolher entre possíveis modos de agir. Aprendemos sobre ações consideradas corretas, porque se baseiam em valores socialmente aceitos, como dizer a verdade, mostrar respeito, buscar o próprio bem e o dos outros, defender a justiça, etc. Ainda assim, perguntamo-nos: “o que devo fazer?” Uma resposta humana a essa angústia é a elaboração de regras e leis.
Uns preferem ignorá-las e agir pela própria vontade, alguns submetem-se a elas para evitar punições e outros, ainda, aceitam-nas livremente, por considerá-las certas e justas. Os primeiros representam a ANOMIA(sem lei), que costumam ser reprimida por autoridades ou   abandonada pela própria segurança; os próximos representam a HETERONOMIA(lei externa), que é muito freqüente; e os últimos, AUTONOMIA(lei interna), que é mais rara, pois exige responsabilidade, senso crítico, reflexão sobre o significado do bem e as razões para praticá-lo ou não.              (Bárbara Oliveira)

terça-feira, 29 de março de 2011

Bullying não é BRINCADEIRA

É uma das formas de violência que mais cresce no mundo.  O bullying pode ocorrer em qualquer contexto social, como escolas, universidades, famílias, vizinhança e locais de trabalho. O que, à primeira vista, pode parecer um simples apelido inofensivo pode afetar emocional e fisicamente o alvo da ofensa.
Além de um possível isolamento ou queda do rendimento escolar, crianças e adolescentes que passam por humilhações racistas, difamatórias ou separatistas podesm apresentar doenças psicossomáticas e sofrer de algum tipo de trauma que influencie traços da personalidade. Em alguns casos extremos, o bullying chega a afetar o estado emocional do jovem de tal maneira que ele opte por soluções trágicas, como o suicídio.
O que leva alguém praticá-lo? Querer ser mais popular, sentir-se poderoso e obter uma boa imagem de si mesmo. Isso tudo leva o autor do bullying a atingir o colega com repetidas humilhações ou depreciações. É uma pessoa que não aprendeu a transformar sua raiva em diálogo e para quem o sofrimento do outro não é motivo para ele deixar de agir. O que é pior, bullying com agressão física ou moral?
Ambas as agressões são graves e têm danos nocivos ao alvo do bullying. Por ter consequências imediatas e facilmente visíveis, a violência física muitas vezes é considerada mais grave do que um xingamento ou uma fofoca.
''A dificuldade que a escola encontra é justamente porque o professor também vê uma blusa rasgada ou um material furtado como algo concreto.
A escola não deve ser apenas um local de ensino formal, mas também de formação cidadã, de direitos e deveres, amizade, cooperação e solidariedade. Agir contra o bullying é uma forma barata e eficiente de diminuir a violência entre estudantes e na sociedade, pense e reflita antes de praticá-lo. Pense se fosse com você!            (Beatriz Borges)

segunda-feira, 28 de março de 2011

Um mundo justo??

Como aconteceu isso com seu braço? – Perguntou. Embora sabendo que aquela parte do corpo não era o braço, nós médicos, muitas vezes contribuem para semear a desinformação anatômica. E veio a inesperada resposta:

- Eu me cortei com um caco de vidro. - Disse a pequena, com toda a naturalidade.

- Por que você fez isso? – Indagou, surpreso.

- Pra beber meu sangue, eu ainda não comi nada hoje. - Respondeu com a mesma sinceridade.

Será que o mundo que vivemos é igualitário para todos? Será que estamos vivendo num mundo justo? Onde foi parar a justiça do mundo?
Cadê as pessoas para cobrarem dos governantes? Cadê o governante para fazerem mais para quem precisa , quem está com fome e quem devia está de cara feia, quantas pessoas passando fome sendo sustentada com menos de 1 real e ainda dizemos que temos pouco? E ainda reclamos de nossas vidas? Onde foi parar a compaixão? Esses milionários que esbanjam dinheiro por aí, comprando carros de milhões, pias feitas de ouro isso é exagero, porque não podem tirar um pouco de todo essa luxuria para quem realmente precisa.. A resposta é simples e fácil, porque o ser humano só se preocupa com o seu próprio umbigo, isso quer dizer que as pessoas estão cada vez mais egoísta se preocupando só com elas próprias e para piorar a situação ainda temos esses governantes que roubam através da cueca? Isso é uma vergonha, se eu contar isso ninguém acredita vendo de como precisamos de educação, cultura, saúde e fazem isso? Para termos um mundo justo devemos fazer por onde, pensa e reflita.  ( Larissa Vieira )

sábado, 26 de março de 2011

A vontade de evoluir

 Quando se ouve as pessoas na tv falando sobre os problemas que o nosso mundo enfrenta hoje em dia, sempre dá aquela vontade de poder ajudar, poder ser util. Mas para aonde vai essa vontade toda quando está na hora de agir?
 Pois é, penso que é muito facil apontar todos os problemas. Isso até eu faço: a maioria dos problemas é por culpa nossa mesmo. Pronto, resumi tudo. Falar que é a "furia da natureza", ou colocar a culpa em poderes sobrenaturais... é tudo um jeito mais facil de "amenizar" ou anular a nossa culpa. Pensa comigo, todo mundo fala: o aquecimento global, a aids, as drogas, a corrupção... Mas quando estamos nas seguintes situações: jogar o lixo no lixo ou jogar no chão e poupar a minha energia? usar camisinha ou gastar dinheiro e ter TODO um trabalho enooorme de ir no posto? dizer não ou ser o careta? votar com dignidade ou ser pago pra votar? A maioria sempre escolhe a opção mais facil e mais favorável, visto de um angulo individualista.
É como se diz por aí: vontade é coisa que dá, e passa. Ainda mais quando se depara com uma oferta tentadora. O problema mesmo é a falta de responsabilidade, a falta de dignidade, a falta de consciencia, a falta de educação... e falta, falta muita coisa, para sermos considerados animais racionais por mérito e não apenas pelo fato de podermos pensar, porque muitas vezes é este pensar que nos afasta do mérito, afinal, não o usamos corretamente.
 Se nós somos os unicos a destruir tudo aquilo que nós precisamos, quem são os verdadeiros animais racionais? Reflita
                                                        (clarice silvestre)

sexta-feira, 25 de março de 2011

Ministério da Saúde espera mortes para depois agir!

   O Ministério da Saúde diz que o vírus da dengue tipo 4 não é mais perigoso que os outros.
   Nos hospitais tem chego muitas pessoas com os sintomas de dengue tipo 4, ainda assim as autoridades, estão esperando que ocorra óbitos para que comecem a agir.
  Isto não é de fato necessário, claramente, se há um grande número de pacientes com dengue, devem começar agir rápidamente, ou mesmo que seja qualquer outro tipo de doença, se há um grupo grande de pessoas com esta doença, já é um sinal que algo está errado e que deve-se agir rápido.
 Mas as autoridades estão aguardando que haja óbitos, para nesta hora sim, começar a agir, e a mostrar a população que estam próximos a uma epidêmia, eles não percebem que, ou não querem admitir que estamos passando por e também não querem tomar nenhuma providência sobre isto.
     Estão aguardando a morte de pessoas, como que algo do tipo pode acontecer?
  Creio que vocês leitores deste blog, também não concordam com esta atitude, pois as autoridades estão demorando com as providências, porque querem que haja mortes por dengue tipo 4 pra depois ver se poder ser considerado uma epidêmia ou uma próxima epidêmia, porém não é isto que fazem, com esta infantilidade e imoralidade das autoridades, naturalmente, haverá mortes de pessoas com dengue tipo 4, e depois começaram a "divulgação" se podemos assim dizer, só que, há um detalhe, neste tempo em que as autoridades negam enxergar o problema, que de fato está evidênte, outras várias pessoas já teram contraído o vírus e com isto mais mortes.
     Então o que eles estão esperando, devem começar já e não parar, pois, é muito natural vermos, numa época de muitas pessoas com dengue (ou outra doença), a população se mobiliza, agi, mas logo que os focos acabam, e que os pacientes se recuperam, voltamos a rotina, e deixamos todos os costumes de cuidados para trás. E com isso, não haverá fim, porque sempre estaremos nos acomodando as situações, se nos vemos numa situação de calamidade, nos movemos, se nos vemos numa situação de comodidade, nos acomodamos e não podemos ser assim, pois é assim que as autoridades estão agindo, estão adiando a hora de começar a agir e de nos prevenir de uma nova onda de mortes.
Você está de acordo com as autoridade?


                                                                         Jullia Bastos

quinta-feira, 24 de março de 2011

O que falta para o brasileiro se ver como brasileiro?

"O brasileiro não é mais brasileiro". Parece irônico, mas é a pura verdade. Nossos pensamentos de hoje em dia estão focados nos modelos já existentes do mundo, principalmente na América do Norte. Não digo apenas em assuntos políticos em econômicos, até porque o Brasil é realmente um país dependente dessas maiores potências. Mas falo em relação a assuntos banais do dia-a-dia. O brasileiro, ao contrario de se contentar com sua emergência e seu pequeno processo de desenvolvimento, porém em andamento, nos sentimos envergonhados em morar ou nascer aqui. Não podemos ser um projeto de estadunidenses! temos que ser brasileiros de peito erguido e encarar de frente os nossos problemas..Quem sabe assim não será mais fácil resolvêlos? Não devemos sonhar em ser como os americanos. E sim sonhar em sermos brasileiros; brasileiros desenvolvidos! com capacidade de solucionar seus próprios problemas e dificuldades. Olhe à sua volta, veja quanta riqueza natural possuímos! não vamos destruí-la. Aja a favor de sua nacão.

Pensamento Mítico

Você já tentou imaginar as dificuldades do homem antigo para explicar eventos da natureza, como noite, chuva e fogo; ou atitudes e sentimentos humanos, como violência, guerra, medo e amor? Em diferentes civilizações, as primeiras buscas de respostas convincentes resultaram no surgimento de mitos. Sua função era explicar o mundo, construindo um saber que permitisse ao homem um pouco mais de poder e controle sobre as coisas á sua volta.
O mundo contemporâneo também possui os seus mitos, por exemplo, algumas celebridades, muitas vezes, criadas e impostas pela mídia (veículos de comunicação) como modelos para o modo de ser e viver das pessoas. Os mitos da Antiguidade, dos quais os gregos são os mais conhecidos, não eram pessoas, mas personagens de narrativas espontâneas que procuravam dar sentido ao mundo e á existência do homem. Por meio de figuras fantásticas, deuses e heróis, o homem tentava compreender os mistérios que o cercavam: o mundo divino ou heróico servia de modelo para o mundo humano. O pensamento mítico teve uma longa duração e, ainda hoje, ajuda a revelar a história de importantes civilizações.
Questionamentos, hipóteses e mitos antigos constituem etapas da construção histórica do pensamento e do raciocínio do homem, sendo, por isso, válidos e importantes. No entanto, há vários séculos, na Grécia, os primeiros filósofos consideraram imaginativas e insatisfatórias as explicações míticas da realidade. Por isso buscaram um novo tipo de conhecimento que pudesse ser explicado e compreendido exclusivamente pela razão humana.
Isso não quer dizer que os mitos devam ser tratados negativamente. Algumas pessoas acreditam que eles são explicações mentirosas ou desenvolvidas com objetivo de enganar, mas é importante evitar preconceitos. Afinal, muitas vezes, o mito pode ser a única explicação possível, devido ás condições de análise disponíveis, á falta de possibilidades técnicas de estudo ou á falta de conhecimento das causas e efeitos de um evento ou fenômeno.
Sendo assim, a maneira mítica de ver, entender, explicar ou sentir o mundo não deve ser encarada como algo necessariamente ruim.                    ( Bárbara Oliveira)

terça-feira, 22 de março de 2011

Prostituição

Infelizmente o sexo está banalizado. Os meios de comunicação são as provas que temos disso, embora não justifique. A prostituição e a pedofilia sempre existiram. Hoje tem mais divulgação por que envolve crianças e adolescentes. A degradação da mulher parte da irresponsabilidade, da fragilidade, da falta de amor próprio, da falta de alguém que dê sustento moral e ético. Estamos vendo meninas que deveriam estar brincando de bonecas, já com filho no colo. E isso leva a fragilidade no casamento: falta de amadurecimento.
O que está faltando é falta de investimento na educação, saúde. políticas sociais, segurança, empregos... A consequência só pode ser: famílias sem estrutura alguma. Enfim, esse assunto envolve uma vasta gama de inversão de valores, o que dá uma porta de entrada para os males sociais.A prostituição infantil é um mal presente em todas as partes do país, normalmente envolvendo o crime organizado que alicia crianças e jovens para essa atividade. A prostituição infantil pode acontecer :
Quando uma criança ou adolescente se prostitui nas ruas de qualquer cidade em busca de dinheiro. A criança leva este fim quando é submetida à violência dentro de casa e resolve fugir. Para fugir, necessita de ajuda de terceiros e faz qualquer coisa para ficar livre de casa e de sua família, se submetendo a qualquer tipo de pagamento. Desse modo, iniciam a vida sexual e posteriormente tornam-se escravas do sexo para ganharem dinheiro para comer, se vestir e, principalmente, para se drogar. Normalmente são aliciadas por cafetinas e cafetões, que permanecem por trás da organização, mas há casos de menores que encontram “um ponto” e ali permanecem para vender seu corpo.
Quando um conhecido ou parente usa uma criança ou adolescente a fim de promover seu prazer. Toca a criança para estimulá-la e também coloca a criança para tocá-lo com o único objetivo de usá-la como objeto de prazer. Crianças agressivas com a família, com dores na genitália, com lesões e/ou sêmen no ânus ou na vagina, com preocupações precoces relacionadas ao sexo, com inflamações e hemorragias devem ser examinadas, pois estes são sintomas que uma criança ou adolescente que está sendo ou que foi sexualmente abusada apresenta.
Prostituição infantil é crime de ordem pública, isto é, pode ser denunciada por qualquer pessoa que viu ou presenciou tal fato.Jesus viu as prostitutas como pessoas conscientes de seu limite e necessidade, e colcou-as como modelo por empreender um caminho de libertação.    (Beatriz Borges)

segunda-feira, 21 de março de 2011

Todos se tornam iguais quando são tratados como iguais

Apesar toda a modernidade vivida pelas sociedades atuais, infelizmente ainda é comum encontrarmos casos de preconceito e discriminação por causa de diferenças raciais. Nas teorias da lei e nas práticas do cotidiano, o racismo é uma atitude que deve ser abolida, mas ainda hoje, convivemos diariamente com isso. Criou-se, então, uma certa sensibilidade hipócrita quanto à cor da pele. Um negro chamar um branco  de “leite azedo” não tem problema. Um branco chamar um negro de “preto” é crime inafiançável. Isso nos leva à racista conclusão de que ser branco, ser “leite azedo” é bom, e ser “preto” é ruim. Porque, então, existe essa lei?
Muitas universidades foram obrigadas a criar cotas para negros. Dessa forma, um branco com nota 80 é reprovado no vestibular, enquanto um negro com nota 50 passa. E novamente somos levados a crer que o negro é pior, é mais burro, e, por isso, precisa dessas regalias. Então porque fizeram esse sistema de cotas?
A resposta para as duas perguntas acima é: “Para reviver o racismo”. Criando leis diferentes para diferentes grupos, você os separa, cria um muro entre eles, os definindo como “diferentes”. O racismo que existe hoje vem da tentativa do governo de mostrar que negros e brancos são raças diferentes.
Mas num país cheio de leis diferentes para diferentes grupos, desde étnicos até sociais, é querer demais que essas diferenças sejam extintas.
Mas, o que mais me admira, é que são formados “grupos de negros” e esses tratam-se como diferentes, apóiam o sistema de cotas e, são tão radicais, que podem chegar ao ponto de dizer racismo o simples fato de um branco brigar com um negro na rua por um motivo qualquer.
Algumas pessoas parecem querer que o racismo continue, tanto negros quanto brancos, para assim continuarem a lutar para mostrar qual “raça” é melhor. O racismo que existe hoje, não vem do antigo conceito científico e sim do que nos é ensinado, do que nos é mostrado!
As pessoas parecem gostar de criar essas falsas diferenças.
Todos se tornam iguais quando são tratados como iguais. ( Larissa Vieira)

domingo, 20 de março de 2011

A África vive a guerra contra a pobreza, até quando?

Será que estamos vivendo em um mundo justo? Em um mundo que todos tem pelo menos comida para sua sobrevivência? Sem pensar duas vezes a resposta é não, não vivemos num mundo justo, vivemos em mundo egoísta que só pensa em o seu próprio eu, que não se importa com o resto.
A verdade, se refletimos as nossas ultimas ações para contribuir com quem precisa, são poucos aqueles que fizeram algo para acabar com o sofrimento de alguém. A realidade é triste, mais o que é mais preocupante é a falta de compaixão, o que realmente preocupa a todos é que vai chegar o dia em que faltará compaixão, amor , o dia em que os seus princípios serão inferior a sua vontade de crescer. E ainda, reclamamos da nossa própria vida, sendo que tem familías da Africa, que se sustenta com menos de um real e pensamos será que é possível? Sim é possivel, gastamos quinhentos reais em um tênis de marca, pessoas no mundo inteiro tendo que comer barro, as pessoas são desumanas. Pensa e reflita, devemos ter mais amor ao próximo devemos ajudar uns aos outros. Afinal.. perante a Deus, somos um só. ( Larissa Vieira )

sábado, 19 de março de 2011

Porque meu professor não pode ser presidente?

-Fica ali o dia todo, sem fazer nada. Só fala,fala, fala e promete tudo a toda gente. Chama a isso "politica".
 Quantas vezes você estava em uma aula de historia ou geografia, daí teu professor começou a "formular" teorias do porque nosso país é ISSO? Daí você parou, pensou e... concordou com tudo o que ele disse.
 Pois é, nessas horas você se pergunta: Putz, se ele sabe de todos os problemas e soluções do nosso país, porque não se canditada à presidencia? Porque nossa politica é feita para palhaços, e não pra professores, CLARO. A nossa população esta voltada para coisas faceis... bolsa sei lá o que, bolsa pro fulano, bolsa pro ciclano... e asim vai. O problema é que ninguem vê que isso não adianta nada. Está certo que boa parte da nossa população precisa disso, mas seria muito melhor criar um jeito de gerar emprego do que sair dando dinheiro pra todo mundo. Poxa, nossa renda já é mal destribuída e ainda por cima temos que aguentar uma politica que não nos serve de nada. Temos como exemplo as eleições mais recentes. O que você acha que o povo escolheria: um canditado que sai dando "dinheiro" pra todo mundo ou um que promete melhorar a saúde, a educação etc e tals? Basicamente, a maioria votaria no primeiro. E sinceramente, acho que nem de é interesse deles melhorar nosso sistema de educação publica, claro que não é. Acho que nossos professores seriam as melhores pessoas para ocupar esses cargos, eles estudaram pra isso. Já os canditados que nós temos, nem precisar falar né?
 E aí vem a resposta de tudo: o problema não são os politicos e sim, nós mesmos que os colocamos lá. Só espero que um dia esse pensamento mude, porque eu só vou votar quando for obrigatorio. É melhor não votar, do que ser obrigado a votar em qualquer um e acabar tragicamente, como todas as outras vezes.
                                                                                                    (clarice silvestre)